quarta-feira, 6 de julho de 2016

{Edificando} "Como eu era antes de você"

Oii gente... Quem acompanha o blog há algum tempo já deve ter percebido que eu não me sinto muito a vontade resenhando livros, filmes e outras coisas, dos quais não gosto.. No geral, eu prefiro apenas indicar o que eu gostei!! Mas, não é o caso do post de hoje. Desde que vi os trailers do filme 'Como Eu Era Antes de Você' e várias meninas lendo os livros, eu fiquei bem curiosa. E há algumas semanas, fui ao cinema assistir o filme... Como esse post é mais um Edificando do que uma Indicação, já vou avisando:
*Esse post contém spoilers*

Resumidamente, o filme trata da história de Will Traynor após sofrer um acidente e ficar tetraplégico. Como seria esperado depois de um trágico acidente como esse, o jovem Will, que estava no auge de sua vida, entra em depressão e tenta retirar a própria vida. Então, seus pais contratam Louisa Clark para cuidar dele, e evitar que ele tente se suicidar novamente. Eles se aproximam, e acabam se apaixonando. Mais tarde, no filme, ela descobre que ele prometeu 6 meses de vida aos pais, e que depois desse tempo, o desejo dele era um 'Suicídio Assistido', que ele consegue no final.

Eu já sabia mais ou menos como a história terminava, então fui assistir o filme com meu "modo crítico" ativado, rsrs. No começo estava até gostando do filme, é muito engraçado e fofo, (e amei aquele vestido vermelho da Louisa). Mas, ao perceber do que realmente se tratava, voltei pra casa pensativa e incomodada, e meio confusa também. Não sabia se aquilo era uma Eutanásia, ou um Suicídio. Não sabia se ele deveria viver, ou se deveríamos aceitar a morte, porque foi escolha dele!! Então, assim que cheguei fui pesquisar e descobri que se tratava de um 'suicídio assistido' (a grosso modo, consiste em ser ajudado/ajudar alguém a morrer). Pesquisei mais sobre isso tudo do ponto de vista cristão, à luz da Palavra de Deus... Que acabou resultando nesse post.

Qualquer filme ou livro apresenta uma ideologia, e nos induz a aceitá-la moldando nosso subconsciente... Depois de colocar meus pensamentos em ordem, refletir e orar, fiquei bem "revoltada" com a forma sutil e sorrateira com que esse assunto tão polêmico, sério e complicado é tratado no filme. A narrativa de que o Will sofre dores terríveis, vive depressivo e à base de remédios, nos faz ficar com tanta dó que parece que a única alternativa correta e inevitável é a "morte com dignidade" que ele teve (tema da clínica suíça, Dignitas, que faz o procedimento no filme e existe na vida real).

Afinal, o que tem de errado em 'Como Eu Era Antes de Você'?!

O filme nos traz dilemas morais e éticos em uma roupagem romântica... Inicialmente parece ser uma história de amor, mas na verdade se trata de um retrato da "soberania da vontade": se trata de um ser humano fazendo o que quiser com sua vida (inclusive pagar para que tenha um fim).

1) Will não vê sentido nenhum em sua vida após o acidente. Seu "amor" pela Louisa só traz uma felicidade momentânea, muda apenas o seu temperamento. Ao invés de mostrar um amor capaz de transformar alguém, de trazer alegria. Ao invés de mostrar o amor verdadeiro "que tudo suporta" (1Coríntios 13:7), mostra uma paixão que "é eterna enquanto durar".

2) Ao invés de trazer uma alternativa inspiradora, de procurar um novo sentido na vida, a autora apenas nos diz: "Foi escolha dele!!", e todos os personagens e leitores devem aceitar de mãos atadas!!!

3) A única personagem que é categoricamente contra o suicídio assistido, é a mãe da Louisa. Ela diz que "isso não é melhor do que um suicídio" e aparece bem de perto com um crucifixo/colar de cruz. E já que o filme apoia o ponto de vista desse tipo de suicídio, fica velado que a personagem "cristã" é preconceituosa por não aceitar a decisão dele.

4) Enquanto a história tenta valorizar a vida com o discurso de vivê-la ao máximo e da melhor forma possível, não só acaba a desvalorizando, como questiona o valor e o próprio conceito de "VIDA". Will diz claramente que queria ser o homem que era antes do acidente, que amava a antiga vida. Para ele, a vida não tem valor, se ele não puder se mover!! Inconscientemente, significa que sua vida não tem valor, se você tem uma deficiência mental ou física. (Abre brechas inclusive para o aborto.)


O que a Bíblia diz sobre tudo isso?!

A Eutanásia, Suicídio Assistido e o Suicídio, são sempre assuntos muito complicados e polêmicos. Mas, a Bíblia nos mostra que tais atos são uma tentativa humana de usurpar cada vez mais a soberania e autoridade de Deus. A morte é uma certeza natural, introduzida por meio do pecado do homem lá no jardim do Éden. Ninguém gosta de sofrer, ou ver alguém querido sofrer, mas isso não faz com que seja correto determinar que uma pessoa está pronta para morrer.

"Tudo tem seu tempo determinado debaixo dos céus: há tempo de nascer e tempo de morrer;" (Eclesiastes 3:1 e 2)
"Nenhum homem há que tenha domínio sobre o espírito, para o reter; nem tem poder sobre o dia de sua morte;" (Eclesiastes 8:8)

Sobre o valor da vida, lembra (ou conhece) daquela música?? "Quero que valorize o que você tem, você é um ser, é alguém tão importante para Deus". É exatamente isso!!! O ser humano é a melhor das criações do Senhor, porque foi criado à semelhança Dele e para Sua glória. Temos tanto valor para Ele, que mesmo após o pecado e a desobediência no Éden, Ele nos amou tanto e incondicionalmente, que já tinha um plano de Salvação preparado para nos resgatar (Mateus 3:16).

É inadimissível (e antibíblico) que o valor da vida seja medido de acordo com o que temos capacidade para fazer, o valor de uma vida é inestimável, porque é preciosa para Deus!! Cada vida humana é criação de Deus: única, espiritual e imortal, por isso deve ser profundamente respeitada.

"Certamente, requererei o sangue da vossa vida... sim, da mão do próximo de cada um requererei a vida do homem. Se alguém derramar o sangue do homem, pelo homem se derramará o seu; porque Deus fez o homem segundo a sua imagem." (Gênesis 9:5-6)

Por fim, temos sempre que lembrar que o mundo está mudando... As leis humanas mudam; conceitos, valores e princípios humanos também. Mas, o Senhor não muda, nem sua palavra e nem seus decretos!! E nós, como imitadores de Cristo, não podemos nos adequar aos padrões desse mundo (Romanos 12:2).

Espero que o post seja proveitoso...
Desejo a todos um resto de semana abençoado!!
Fiquem com Deus... Beijos;*

Comente via Facebook

17 comentários :

  1. Will parabééns pelo post! Concordo perfeitamente com você! Sai do filme atordoada! Não acredito que ele acabou morrendo e que todos concordavam, apesar de ser uma escolha dele. Achei uma história que prega muito o "eu" como centro, prega o egoismo...os outros não importam, só importa o que eu sinto e não o que sentem por mim (como o amor verdadeiro demonstrado por Lou).

    Fiz um post no blog sobre o filme, mas como não dei spoilers não tratei sobre o tema, apenas coloquei um tópico de "coisas que aprendi com o filme" após refletir sobre ele!

    De novo, parabéns pelo post!!
    https://aninhamorando.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  2. Que lindo minha querida. Que o Senhor te conserve assim com sabedoria e entendimento da palavra.
    Eu tmb auto critiquei o filme. Descordando do autor da história.
    Concordo plenamente com suas palavras.
    Nenhum de nós temos o poder de tirar nossa própria vida.

    Parabéns pelo post

    ResponderExcluir
  3. Flor adorei o post, não li o livro, nem assisti o filme. Como você disse o Senhor não muda, nem sua palavra e nem seus decretos!! E nós, como imitadores de Cristo, não podemos nos adequar aos padrões desse mundo. beeeijo
    www.diariodasdicas.com

    ResponderExcluir
  4. Will tive o mesmo pensamento que você! Estava louca pra assistir o filme, porém achava que ela mudaria ele e eles se casariam e tudo mais... Rsrs. Fantasiei isso! Porém no mesmo dia que o filme foi estreado uma amiga assistiu e eu não tenho dessa, pedi logo que ela me contasse como era.. rsrs! E depois que ela me disse desisti logo de assistir o filme, pois conhecendo a palavra sei que é errado e o filme não me acrescentaria em nada! Muito bom o edificando e com certeza vou compartilhar agora!

    ResponderExcluir
  5. Parabéns pelo post. Concordo perfeitamente, penso do mesmo modo, satanás vem com sapatinhos de algodão querendo nos enganar, e este filme prega o contrário do que nós cristãos vivemos e pregamos. Deus abençoe e continue te dando sabedoria!

    ResponderExcluir
  6. Eu estava muito interessada em assistir esse filme. Após esse seu post, com certeza não verei mais. Não vou permitir qualquer pensamento contrário à palavra de Deus entre em mim! Que Deus a abençoe muito Will! Post maravilhoso ��

    ResponderExcluir
  7. Assisti o filme e só me decepcionei. Eu e minha mania de analisar tudo de acordo com a palavra, vejo que não sou a unica. Rs
    Além de achar Will totalmente egoísta em sua escolha e ainda mais que se a morte determinada por ele fosse a solução para os seus problemas. Estou aliviada por não ter assistido o filme no cinema. Deus abençoe cada dia mais, Willy :*

    ResponderExcluir
  8. Este foi um dos post bem elaborado, e desde já quero lhe parabenizar, pois eu trabalho com a faixa etária Teen e falei sobre este filme, e nosso pensamento bateu certinho... Graças a Deus que existe meninas conscientes de assistir a esses filmes e perceber que o nosso adversário vem com as formas mais atraentes para colocar em nossas mentes que tudo é normal. Mas não é normal e como você mesma disse: Temos sempre que lembrar que o mundo está mudando... As leis humanas mudam; conceitos, valores e princípios humanos também. Mas, o Senhor não muda, nem sua palavra e nem seus decretos!! E nós, como imitadores de Cristo, não podemos nos adequar aos padrões desse mundo (Romanos 12:2).

    Simplesmente Princesa
    Bjnhs e sucesso sempre 💛

    ResponderExcluir
  9. Adorei o post...Super concordo com suas colocações, eu ao assistir filmes também busco saber as mensagens que ele transmitiu, e está cada vez mais difícil encontrar filmes que edificam.. Eu amo as suas indicações..
    Estava querendo assistir esse filme.. agora, não mais tanto.. Obrigada pelo post Will. Muito sábia...

    Libni

    ResponderExcluir
  10. Para sua informação, ele não morre...a história continua no 2!

    ResponderExcluir
  11. Para sua informação, ele não morre...a história continua no 2!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Hã? Ele morre sim, inclusive deixa alguns bens para Louise no seu testamento.

      Excluir
  12. Olá é a primeira vez que vejo seu blog, mas desde de já quero dizer que amei.
    Sobre o filme, eu ainda não assisti, e fiquei muito curiosa pra vê já que está tanto na mídia, também sou cristã, e quando eu vi o trailer senti um encomodo muito grande no coração, ao ponto de me fazer desistir de assistir o resto do trailer. Creio que era o Espírito Santo, e hoje fiquei surpresa ao vê seu comentário sobre o filme. E ainda mesmo com desejo de assistir vou pedir de Deus pra tirar essa vontade do meu coração, pois eu gosto muito de filmes e sou daquelas que só a quieta quando assisti.
    Obrigada pela dica.
    A paz do Senhor!

    ResponderExcluir
  13. Eu Tenho Um Recado Urgente Pra Dar Pra Vocês E É Uma Verdade Que Precisa Ser Urgentemente Divulgada: O Cristianismo Verdadeiro Só Será Pregado Quando A Crença Em Dinossauros For Esquecida Pra Sempre.

    ResponderExcluir
  14. Oi, melhor post até hoje. Concordo com tudo, e essa semana ainda estava falando com as colegas do curso de psicologia que eu faço e mostrei meu ponto de vista e fui criticada. Infelizmente.

    ResponderExcluir



Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...